PREVISÃO DO TEMPO
COTAÇÕES
Coronel Fabriciano
Min: 24C   Max: 29C
Ipatinga
Min: 23C   Max: 29C
Santana do Paraíso
Min: 22C   Max: 29C
Timóteo
Min: 22C   Max: 29C
Cadastre-se
Redes Sociais 
 
Polícia
02/09/2011 - 14:00

Fabriciano: Mais um viciado em crack é assassinado


Homem de 40 anos foi encontrado morto em estrada de chão que dá acesso a uma cachoeira no Bairro Pedra Linda


AKR

O perito da Polícia Civil e policiais militares realizaram as primeiras análises no local do crime: havia uma ‘marica’ e uma pedra de crack perto do cadáver
FABRICIANO
– A maioria das pessoas assassinadas em Coronel Fabriciano – foram muitas em 2011 – tinha envolvimento com drogas. Na tarde desta quarta-feira (31) mais um caso de homicídio com essas características aconteceu na cidade: Eduardo Moreira Paiva, de 40 anos, viciado em crack, foi morto com vários tiros no Bairro Pedra Linda. O corpo foi encontrado em uma estrada de chão deserta e a polícia ainda não tem pistas das pessoas que o mataram.  


Moradores das imediações onde o cadáver foi localizado escutaram estampidos e acionaram o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar. Eduardo estava caído na Rua Pedras Preciosas, que dá acesso à cachoeira do Tambu. Quando os militares chegaram ao local, o usuário de drogas já estava morto.


O perito Izaque Vasconcelos, da 1ª Delegacia Regional de Polícia Civil (1ª DRPC) de Ipatinga, recolheu uma ‘marica’ (espécie de cachimbo improvisado para fumar crack), um cartucho calibre 38 e uma pedra de crack perto do corpo de Eduardo, que foi levado para o Instituto Médico-Legal (IML) de Ipatinga.


Havia nada menos que 12 perfurações de bala no cadáver do usuário de drogas: ele foi alvejado no abdômen, tórax, cabeça e costas. Ainda no local do assassinato, familiares de Eduardo revelaram a policiais militares que ele era viciado em crack. 


Reprodução

Eduardo foi alvejado na região do tórax e correu, mas caiu sem forças e recebeu mais disparos na cabeça e costas
Descarregou e recarregou

A reportagem do jornal VALE DO AÇO apurou no lugar do homicídio que moradores, inicialmente, ouviram cinco tiros. Cerca de dois minutos depois eles escutaram mais seis disparos. Eduardo teria corrido cerca de 10 metros após ser alvejado na região do tórax e abdômen, mas caiu sem forças. Já no chão ele acabou de ser executado, sendo atingido também na cabeça e nas costas. Os assassinos usaram um revólver calibre 38.


O usuário de drogas residia na Rua Caetano Viana, no Bairro São Geraldo. Ainda no local do crime foi possível apurar que, cerca de uma hora e meia antes de ser assassinado, ele vendia peças de computador a R$ 10. 
A Polícia Civil instaurou inquérito para investigar a morte de Eduardo nesta quinta-feira (1º): já são mais de 25 homicídios na cidade este ano, número bastante elevado se comparado à incidência de anos anteriores. 


Mais noticias do caderno Polícia
28/02/2015
00:04
PM ambiental apreende arsenal e pássaros silvestres

.
 
00:04
Menor é baleado em Belo Oriente

.
 
25/02/2015
10:35
PM prende suspeitos de tramar mortes na região

.
 
10:31
Discussão termina em morte em Fabriciano

.
 
24/02/2015
10:34
Dois assassinatos e duas tentativas de homicídio

.
 
21/02/2015
06:00
Novas estratégias

.
 
05:42
Novas estratégias

.
 
05:33
PM divulga balanço de Carnaval

.
 
12/02/2015
09:16
Protesto para cobrar agilidade no julgamento de PM é cancelado

.
 
11/02/2015
08:57
Professora tem morte cerebral após cair de escada em escola

.