PREVISÃO DO TEMPO
COTAÇÕES
Coronel Fabriciano
Min: 23C   Max: 33C
Ipatinga
Min: 23C   Max: 33C
Santana do Paraíso
Min: 22C   Max: 32C
Timóteo
Min: 23C   Max: 33C
Cadastre-se
Redes Sociais 
 
SOS BR-381
04/06/2010 - 21:32

Duplicação da BR-381


Expansões industriais vão agravar os riscos de acidentes


FOTO MARCELO SANT'ANNA EM

COM A SATURAÇÃO da BR-381, o trecho entre BH e Ipatinga é feito por caminhões com sete horas e meia ou até oito horas
 DA REDAÇÃO – Reportagem do jornal belo-horizontino O Tempo, publicada esta semana, chama atenção para o fato de que até que a BR-381 seja duplicada entre Belo Horizonte e Governador Valadares, nos próximos seis anos, a situação tende a piorar no trecho, em função das grandes expansões industriais no Vale do Aço, indícios de deterioração do asfalto e maiores riscos de acidentes. Só a expansão da siderúrgica da ArcelorMittal, em João Monlevade, chama a atenção o jornal, vai aumentar significativamente o tráfego de caminhões usados pela empresa. O projeto, que fica pronto em meados de 2012, vai dobrar a capacidade de produção de 1,2 milhão para 2,4 milhões de toneladas anuais de aço bruto.


A empresa não informou quantos caminhões a mais serão usados com a ampliação, mas confirmou que a demanda logística será bem maior. No dia 27 de maio, quando o investimento foi anunciado, o executivo de aços longos das Américas da Arcelor, Gerson Menezes, criticou o estado da rodovia e cobrou uma ação imediata do governo para resolver o problema da saturação. A Usiminas, que também transporta matéria-prima pela 381, tem planos de construir uma nova planta em Santana do Paraíso, junto a Ipatinga, para elevar a produção em 52%. O que deve também deve contribuir para aumentar consideravelmente o fluxo na estrada.


TEMPO DE VIAGEM

O presidente da Federação das Empresas de Transporte de Cargas de Minas Gerais (Fetcemg), Ulisses Martins Cruz, explica que em condições normais de trânsito, sem acidentes, um caminhão gastaria entre cinco horas e meia e seis horas em uma viagem de Belo Horizonte a Ipatinga. No entanto, com a saturação da BR-381, o trecho é feito com sete horas e meia ou até oito horas. "São duas horas a mais, mas quando as expansões dessas siderúrgicas forem concluídas e o volume de carga transportada aumentar na estrada, serão pelo menos mais quatro horas de Belo Horizonte a Ipatinga", calcula.


Segundo Cruz, os caminhões gastam em média 37% a mais de tempo. Para isso, consomem cerca de 12% a mais de combustível. Incluindo também os gastos com mão de obra, já que é preciso contratar mais motoristas, ele calcula um aumento de custos de 18% com o aumento do fluxo. "Deste total, pelo menos metade, 9%, as transportadoras repassam no frete e as empresas têm que repassar para os consumidores. Por trás de cada aumento, uma parte é culpa da saturação da 381", diz.


Projetos

O projeto de duplicação do trecho da BR-381 que liga BH a Governador Valadares vai custar entre R$ 2 bilhões e R$ 3 bilhões. Segundo a assessoria de imprensa do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), as empresas têm até o fim deste ano para entregarem os projetos. Só depois, a licitação para as obras será iniciada, o que deverá acontecer somente em 2011.


Segundo o Dnit, a intenção é iniciar a duplicação ainda no ano que vem. Mas como a licitação deve atrair muitos interessados, devido ao alto valor envolvido, as chances de atraso são grandes. A previsão de término é entre quatro e seis anos. Com a duplicação, o traçado será alterado, com o objetivo de reduzir a sinuosidade da rodovia, reduzindo riscos de acidentes e os custos com combustíveis e manutenção dos veículos. Na altura de João Monlevade, será construído um desvio pela cidade de Nova Era, que reduzirá a distância até Governador Valadares em 30 km. Só neste trecho, considerado um dos mais perigosos, passam por dia cerca de 14 mil veículos.


Mais noticias do caderno SOS BR-381
03/02/2014
23:17
Mais de 200 pedras de crack são apreendidas no Morro do Cruzeiro

IPATINGA – A Polícia Militar desarticulou um ponto de tráfico na tarde desta segunda-feira (03) no Morro do Cruzeiro, região do bairro Bethânia.
 
06/12/2011
08:00
BR-381: Mais duas vítimas fatais em acidente

Vicente Cândido da Silva, de 56 anos, e Valdir Sotero Pereira, 45, também morreram vítimas de acidente de trânsito neste domingo (4).
 
04/12/2011
00:00
Outro grave acidente na BR-381

PARAÍSO – Um grave acidente no final da tarde desta sexta-feira (2) movimentou a Corpo de Bombeiros, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a Polícia Militar e a Polícia Civil do Vale do Aço.
 
04/11/2011
08:29
Garupa de moto, rapaz de 19 anos morre na BR-381

PARAÍSO – A vida de Washington da Silva Reis, de 19 anos, foi ceifada no final da tarde desta quinta-feira (3), na BR-381, na saída de Ipatinga para Governador Valadares.
 
24/03/2011
11:00
Mais uma tragédia na 381

JAGUARAÇU – Conhecida como a ‘Rodovia da Morte’, a BR-381 também poderia ser chamada de ‘Rodovia das Tragédias’.
 
22/03/2011
13:00
Acidente mata rapaz um dia antes do aniversário

ANTÔNIO DIAS – Morador de Antônio Dias, o jovem Clerliano Marçal da Silva completaria 24 anos nesta terça-feira (22).
 
18/01/2011
09:30
Casal perde a vida na 381

TIMÓTEO – A BR-381 fez mais duas vítimas fatais na noite de domingo (16).
 
15/01/2011
13:30
Caminhoneiro morre carbonizado em acidente

ANTÔNIO DIAS – O caminhoneiro Jair David Figueiredo, 60, foi outro a morrer na BR-381, na madrugada desta sexta-feira (14), após perder o controle da carreta que dirigia e cair de uma ponte numa ribanceira de aproximadamente 28 metros, na altura de Antônio Dias.
 
13/01/2011
02:00
BR-381 mata mais um

IPATINGA – Dois acidentes ocorridos na manhã desta quarta-feira (12), na BR-381, no trecho entre Governador Valadares e Periquito, deixaram o saldo de uma pessoa morta e outras duas feridas com gravidade.
 
08/01/2011
10:30
Batida entre caminhão e carro mata mais um

DA REDAÇÃO - Um homem de 29 anos morreu na madrugada desta sexta-feira (7) depois que o carro que conduzia se envolveu em um acidente com um caminhão na BR-381, próximo ao trevo de Barão de Cocais, na região metropolitana de Belo Horizonte.