PREVISÃO DO TEMPO
COTAÇÕES
Coronel Fabriciano
Min: 23C   Max: 30C
Ipatinga
Min: 23C   Max: 29C
Santana do Paraíso
Min: 22C   Max: 28C
Timóteo
Min: 22C   Max: 28C
Cadastre-se
Redes Sociais 
 
Polícia
12/10/2012 - 00:20

Gado invade a MG-232 e existe risco de acidentes


AKR
MESQUITA – Durante o início da tarde desta quarta-feira (10), a reportagem do JORNAL VALE DO AÇO esteve na MG-232, no trecho que liga Ipatinga à cidade de Braúnas, entre os quilômetros 25 e 31 da rodovia, e constatou a presença de um grande número de animais se movendo livremente pela pista. 


Condutores que trafegam pelo local relataram que, todos os dias, há um grande fluxo de animais soltos, pastando às margens da via. Os proprietários de terrenos rurais que margeiam a pista deixam seus animas bovinos e equinos soltos, em tempo de provocar acidentes gravíssimos. 


Égua na pista já provocou morte

O carpinteiro José Maria Araujo, de 54 anos, na noite do dia 27 de agosto, morreu em um acidente na MG-232, a cerca de seis quilômetros da cidade de Joanésia, quando a motocicleta que conduzia bateu contra uma égua, na localidade conhecida como Ponte do Bonitinho. Depois de chocar-se contra a égua, José Maria foi projetado cerca de seis metros para frente. Mesmo machucada a égua andou cerca de 10 metros e veio a morrer no acostamento da pista. Parte do intestino do animal ficou caído no asfalto. Na ocasião o perito da Polícia Civil Hebert De Mingo, esteve no local do acidente. Ele disse que ficou impressionado com a quantidade de animais soltos na estrada entre Santana do Paraíso e Joanésia.


AKR
José Maria residia na localidade de Saltinho, a cerca de 10 km da cidade de Braúnas. Ele saiu de lá em uma motocicleta Honda Bros, placa GYP-6672 de Joanésia, com destino a localidade de Baixadão, que pertence ao município de Joanésia, para levar sua mãe em casa. Quando retornava para sua residência o carpinteiro acabou atingindo uma égua, no quilômetro 75 da MG-232.


Uma ambulância do município de Joanésia foi até o local do acidente para prestar socorro à vítima. José Maria teve dois pequenos cortes no rosto. Os socorristas relataram que ele estava consciente e chegou a conversar durante o atendimento. O carpinteiro foi imobilizado e colocado em uma maca, mas faleceu ainda no local. José Maria era casado e deixou três filhos já criados.


Mais noticias do caderno Polícia
25/02/2015
10:35
PM prende suspeitos de tramar mortes na região

.
 
10:31
Discussão termina em morte em Fabriciano

.
 
24/02/2015
10:34
Dois assassinatos e duas tentativas de homicídio

.
 
21/02/2015
06:00
Novas estratégias

.
 
05:42
Novas estratégias

.
 
05:33
PM divulga balanço de Carnaval

.
 
12/02/2015
09:16
Protesto para cobrar agilidade no julgamento de PM é cancelado

.
 
11/02/2015
08:57
Professora tem morte cerebral após cair de escada em escola

.
 
06/02/2015
10:50
Muitos não sabem, mas já houve pena de morte no Brasil

.
 
05/02/2015
10:01
Em Fabriciano, ato de protesto pedirá celeridade para julgar PM acusado de matar estudante

FABRICIANO – A vereadora Carmem Rodrigues de Souza Paiva, a Carmem do Sinttrocel (PCdoB), está organizando um ato de protesto previsto para acontecer no início da próxima semana, em frente ao fórum, reivindicando agilidade no julgamento do soldado da Polícia Militar, Deivid Marcelino dos Santos, acusado da morte do seu filho Frederico Alan de Souza Paiva, que completaria 27 anos no dia 13 deste mês.